Privacy Policy

RAVELLO

Os jardins de Ravello, na Costa Amalfitana, são pequenos paraísos com vistas deslumbrantes da região. Pequena, silenciosa e elegante, a comuna guarda construções antigas e bem conservadas em meio às suas ruas estreitas, à beira do Mar Tirreno.

Na Villa Rufolo, localizada logo na entrada do destino, é organizado o Ravello Festival. Idealizado em 1953 como um festival de música, ele tinha por objetivo homenagear o compositor Wagner, que se inspirou nos jardins para um dos cenários de sua ópera Parsifal. Além das apresentações voltadas para a música clássica, também há mostras de cinema, arte e literatura para entreter os visitantes.

Também espetacular é a Villa Cimbrone, marcada por estátuas e lindas flores. Criado em 1905 pelo lorde inglês Grimthorpe, o lugar revela uma atmosfera tranquila que já atraiu até mesmo à atriz sueca Greta Garbo, que veio em busca de paz nos seus jardins. O ponto alto do local são os bustos de pedra do Belvedere dell’Infinito.

Entre as antigas construções no alto de uma montanha voltada para o Mar Mediterrâneo, temos o Auditório de Ravello, também chamado de Auditório de Oscar Niemeyer, com capacidade para 400 pessoas. A construção da concha acústica, em forma de uma folha quase dobrada com uma ondulação, custou 18 milhões de euros e foi inaugurada em 2010. Desde a inauguração, o local exibe concertos de música clássica e moderna, filmes e espetáculos de dança, além de uma exposição da vida e da obra do arquiteto.