Privacy Policy

POSITANO

Positano, como as legendárias sereias das ilhas Li Galli, é pura sedução!

Positano vista do mar parece uma concha, com linhas de cores diferentes. Do verde dos Montes Lattari até o branco, o rosa e o amarelo das suas casas mediterrâneas, o cinza prateado das praias com pedrinhas e, finalmente, o azul do mar.
Um lugar sedutor, como as sereias nas rochas de Li Galli.

A história de Positano

No litoral de Positano surgiam as maravilhosas residências do período romano, como testimoniam os restos na igreja dell’Assunta.

Acredita-se que a cidade tenha sido fundada no século IX ao redor de uma abadia beneditina e depois ampliada com a chegada dos habitantes de Paestum, terrorizados com as invasões dos Saracenos na Costa Amalfitana.

Em 1268, quando foi saqueada pelos Pisanos, ela mudou completamente a forma urbanística favorecendo o aspecto defensivo, de forma parecida com Amalfi: ruas estreitas, casas no alto das rochas, fortes e torres de vigilância.

De qualquer ponto da cidade é possível admirar a cúpula de majólica colorida da Igreja de Santa Maria Assunta, que ao seu interno possui uma imagem da Madonna Nera do século XVIIII, de inspiração bizantina.

 

A lenda sobre o nome de Positano.
Diz a lenda que o quadro da Virgem Maria estava em um barco turco que ficou preso na costa até que o capitão escutou uma voz sussurrando “joga, joga”‘. O quadro foi jogado no mar e miraculosamente o barco teria desencalhado. Mais tarde os habitantes de Positano o encontraram onde hoje existe a Igreja, já que a Virgem teria escolhido a cidade como própria residência.